Veco Noticias Sapezal

Governadores estudam ir ao STF em conjunto para questionar convocação na CPI da Covid

Grupo contesta se convocar chefes de executivos estaduais fere a Constituição. Se autorizada, ação cria precedente para o Senado chamar como testemunha o presidente da República e até ministros do STF. Reunião da CPI da Covid nesta terça (26)

Marcos Oliveira/Agência Senado

Os governadores estão se articulando para irem em conjunto, e não isoladamente, ao STF questionar se a convocação de chefes de executivo estaduais por uma CPI no Senado fere a Constituição federal.

Nesta quarta (26), o grupo do Senado aprovou a convocação de nove governadores, entre outras sete testemunhas, para depor na CPI da Covid. Se o precedente for aberto, o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), e até ministros do STF poderão ser convocados no futuro.

O ex-governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel está fora do grupo. Não só porque não está mais no Palácio Guanabara como faz questão de depor. Vai atacar Bolsonaro, o procurador-geral da República, Augusto Aras, e a sub procuradora Lindora Araújo.

Se só sobrar Witzel, estará desenhada a maior trapalhada da bancada governista na CPI da Covid.

Rolar para cima