Veco Noticias Sapezal

Após 12 anos, Netanyahu é afastado do poder em eleição no parlamento de Israel

Por um voto de diferença – 60 a 59 – e uma abstenção, o plenário do Knesset, o parlamento israelense, confirmou que Naftali Bennett, do partido Yemina, é o novo primeiro-ministro de Israel. Com isso, Benjamin Netanyahu deixa o cargo e coloca fim a uma era de 12 anos no poder. Em seu discurso, Bennett agradeceu a Netanyahu, do partido Likud, e apresentou seu governo, suas diretrizes, sua composição e a distribuição de cargos dentro dele. “Obrigado, Benjamin Netanyahu, por seus serviços de muitos anos e extensas conquistas. Como primeiro-ministro, você trabalhou por muitos anos para fortalecer a política, a segurança e o poder econômico de Israel”. Bennet também agradeceu ao presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, pela “posição firme ao lado de Israel durante a Operação Guardião das Muralhas e seu compromisso de longa data com a segurança de Israel”.

Netanyahu, por sua vez, criticou o novo governo, o qual, segundo ele, “não é capaz de enfrentar a comunidade internacional de forma poderosa”, e enalteceu sua gestão nos últimos anos. “Estamos entregando a vocês hoje uma economia em forma fantástica, em um estado melhor do que a maioria das economias ao redor do mundo. Reduzimos o déficit, diminuímos o desemprego e restauramos o crescimento econômico. Mas, com base em experiências anteriores – e eu tenho essa experiência, porque voltei duas vezes da oposição -, cada vez que voltamos ao poder, temos de reparar os danos causados ??pelos governos de nossos antecessores”. Por fim, o então primeiro-ministro destacou que “se for nosso destino sentar na oposição, o faremos orgulhosos e honestos, até derrubar este governo perigoso e voltar a liderar o país”.

Novo governo

O novo governo de coalizão, composto por partidos de quase todos os arcos ideológicos – incluindo um partido árabe pela primeira vez –, será liderado pelo ultranacionalista religioso Naftali Bennett durante os dois primeiros anos de mandato e pelo centrista secular Lapid, do partido Yesh Atid, nos dois posteriores. Além do Yesh Atid e do Yamina, partido liderado por Bennett, o próximo governo será composto pela legenda ultradireitista Israel Nosso Lar, a direitista Nova Esperança e a centro-direitista Azul e Branco, além do Partido Trabalhista, de centro-esquerda, o Meretz, de esquerda, e o islamita Raam. Esses oito partidos contam com 62 assentos em um Parlamento de 120, o que significa a maioria suficiente para governar, mas por meio de uma coalizão instável.

Rolar para cima