Veco Noticias Sapezal

Quase metade da população de Cuiabá recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19

48,7% da população já se vacinou. Para concluir a vacinação da população acima de 18 anos, Cuiabá precisa receber 471.362 doses para primeira e segunda aplicação ou 235.681 vacinas de dose única. Vacinação contra a Influenza em Cuiabá

Gustavo Duarte

Em Cuiabá, 48,7% da população que possui 18 anos ou mais já recebeu a primeira dose do imunizante contra a Covid-19. De acordo com o Ministério da Saúde, 224.178 pessoas já foram vacinadas na capital até essa sexta-feira (9).

Em relação a segunda dose, 76.130 pessoas foram vacinadas, o que corresponde a 16% da população vacinável. A capital tem cerca de 454 mil pessoas acima de 18 anos.

Até o momento, a Prefeitura de Cuiabá recebeu 367.784 doses de imunizantes. Dessas doses, foram aplicadas 81,7% na população.

Das vacinas aplicadas em Cuiabá, 42% foram da Coronavac (125.095 doses), 39,6% da AstraZeneca (118.016 doses), 16,7% da Pfizer (49.654 doses) e 1,7% da Janssen (4.959 doses).

Para concluir a vacinação da população acima de 18 anos, Cuiabá precisa receber 471.362 doses para primeira e segunda aplicação ou 235.681 vacinas de dose única.

Na capital, o cadastro para pessoas de 18 anos ou mais foi aberto na última terça-feira (29) e já começou a chamar a população para a vacinação.

Nessa quarta-feira (7), a prefeitura também abriu o pré-cadastro para caminhoneiros que devem levar somente a carteira de habilitação no dia agendado.

Importância da vacinação

A maioria das vacinas contra a Covid-19 testadas e já aprovadas necessitam de duas doses para conferir uma taxa de proteção aceitável.

O secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, ressaltou a importância da segunda dose de se vacinar contra a Covid-19, que é a forma mais eficaz de combater a pandemia.

Segundo o Gilberto, a segunda dose deve ser aplicada, mesmo que com atraso, para que a eficácia do imunizante seja garantida.

“Isso não quer dizer que a primeira dose perde a eficiência, mas é claro que é necessário concluir o cronograma com a segunda dose tão logo seja disponibilizada”, disse.

O alerta geral de cientistas do mundo inteiro, é: precisamos acelerar a aplicação das vacinas e aumentar a quantidade de doses disponíveis.

Rolar para cima